Primeiro você precisa saber que as vagas não estão em quarentena, apesar de muitas empresas terem congelado as novas contratações, outras mesmo em home office continuam contratando e fazendo a maior parte ou todo o processo de seleção e admissão de forma remota.

Porque usar o Linkedin para buscar uma vaga?
A rede Linkedin é a maior rede profissional do mundo, com mais de 600 milhões de usuários, em 200 países.

O Linkedin conta com mais de 600 milhões de usuários e 30 milhões de empresas, e está presente em mais de 200 países pelo mundo, segundo dados de 2019 fornecidos pelo próprio Linkedin os brasileiros são 14% mais ativos nessa plataforma do que os outros profissionais no mundo.

O Brasil é hoje o 4.º maior país em número de usuários e fica atrás somente dos EUA, Índia e China.

No Brasil são mais 40 milhões de usuários, o equivalente a mais ou menos 513 estádios do Maracanã. Só em São Paulo são mais de 10 milhões de profissionais conectados à rede.
Se esses números ainda não te convenceram a usar o Linkedin penso que os dados da pesquisa publicada pela Jobvite dizendo que 93% dos recrutadores buscam o perfil de seus possíveis candidatos no LinkedIn talvez te convença.

Segundo a pesquisa as redes mais utilizadas para buscar candidatos estão, em primeiro lugar, o LinkedIn com seus 93% e em segundo o Facebook com 66% de acessos e buscas. E no terceiro lugar da pesquisa está o Twitter com 54 por cento.

Como era antes: Há um tempo existia o app Linkedin Jobs, criado em 2014 era de uso exclusivo para buscar vagas. Na época era necessário baixar os 2 apps, Linkedin e Linkedin Jobs, mas desde maio de 2019 ambos estão integrados ao perfil e o app Linkedin Jobs deixou de existir, mas sua funcionalidade passou a seguir no item “Vagas” e também abaixo do seu Título profissional: “Tenho interesse em oportunidades de emprego”, e para quem é autônomo também tem disponível a opção “Prestação de serviço”. Essa mudança foi ótima e muito mais funcional.
Bom, resumindo o LinkedIn Job é uma ferramenta gratuita dentro do Linkedin que ajuda os profissionais que buscam uma promoção ou uma recolocação a encontrarem oportunidades e vagas de emprego.

Linkedin x Linkedin Jobs, qual a diferença?
Linkedin é seu perfil, seu currículo online e deve estar configurado de estratégica para aparecer nas buscas e para ter uma maior visibilidade.

Linkedin Jobs é uma ferramenta dentro Linkedin feita para buscar vagas, parceiros e clientes. Uma ferramenta não anula a outra, pelo contrário, elas se complementam. A diferença é que no Linkedin Jobs você insere informações sobre o tipo de vaga que você tem interesse.

Como funciona a busca de vagas: Usando o seu perfil do LinkedIn e com base na sua localização, competências e qualificações o LinkedIn te ajuda a encontrar vagas de acordo com o seu objetivo. Para que você tenha um melhor resultado o seu perfil deve ser estratégico também, de forma que se destaque e apresente suas competências e conhecimento.

Vantagens:
1- Se candidatar e acompanhar o andamento de sua candidatura de forma privada, pois não será exibido para sua rede a procura por vagas.
2- Receber notificações de vagas baseadas no seu histórico de pesquisas e escolha configurada de acordo com seu objetivo que pode ser feita no item “Vagas”, você também pode filtrar seus interesses por empresa, data do anúncio e relevância da vaga.
3- O LinkedIn permite configurar notificações para que você seja avisado sempre que surgir uma vaga de seu interesse e perfil (Alerta de vagas).

Passo a passo para buscar sua vaga:

1- Tenha claro seus objetivos: Por mais que o Linkedin seja bem intuitivo, muitas pessoas ficam inseguras na hora usá-lo para buscar uma oportunidade. Isso acontece por 3 motivos: falta conhecimento de alguns macetes do Linkedin, organização na hora de buscar uma oportunidade e clareza nos objetivos. Por isso, é tão importante saber identificar os seus objetivos. Vou te ajudar a ter mais segurança com algumas dicas que farão a diferença:
– Tenha em mente o nome das vagas/cargos que você tem interesse
– Quais as empresas você tem interesse de atuar?
– Pesquise e faça uma lista com os nomes dos cargos e empresas.

2- Configurações: Você deve configurar 2 itens no Linkedin

1- Fica logo abaixo do seu título profissional
Nesse item você insere o nome dos cargos, empresas, tipo de contrato e lugares que tem interesse de trabalhar

1.1 Se você é autônomo também tem a opção “Prestador de serviço” que você pode configurar de acordo com o seu objetivo

2. No item “Vagas”

Você pode buscar vagas usando filtros através de palavras-chave como: área de atuação, cargo, tipo de trabalho ( estágio, tempo integral, voluntariado entre outros) e sua região, e isso de forma sigilosa, ou seja, ninguém vê quando você se candidata ou pesquisa uma vaga. Legal, né?

2.1 Insira a cidade que tem interesse no campo “Pesquisar localidade e clique em Pesquisar”

2.2 Você será direcionado para a página de resultados de pesquisa com uma lista de anúncios de vagas baseadas no seu perfil no Linkedin e configurações de suas preferências de cargo e localidade.

2.3 Após aplicar todos os filtros de acordo com o seu objetivo você pode ativar e definir o Alerta de vagas

🚨Alertas de vaga no LinkedIn

Crie alertas no LinkedIn para se manter atualizado sobre as novas ofertas de emprego que correspondem às suas preferências.

Você pode escolher se deseja receber esses alertas diária ou semanalmente por e-mail, notificações em aplicativos ou ambos. Além disso, as ofertas também aparecerão em seu perfil em “Notificações”.

O LinkedIn oferece uma excelente ferramenta de Networking e de buscas de vagas. Se usado de forma estratégica você vai acelerar e muito processo de recolocação/promoção.

👥 Tenho um convite para você: Minha equipe e eu criamos um grupo no Linkedin para esclarecer dúvidas.

O grupo foi pensado para pessoas que gostam de se manter atualizadas e que já estão se preparando para enfrentar as mudanças no Mercado.

Se você é uma dessas pessoas vem participar do nosso grupo: Descomplicando o Linkedin! É gratuito, basta clicar

Abraço!

Karla Apratto, Consultora de Carreira, Especialista em Linkedin